Páginas

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Salmo de gratidão

MAR ADENTRO - edição 11 - DEZ - 2010
por Liz




Um fim que é também um começo
Uma noite que se veste de dia, brilha, ascende, renova

Nova esperança na velha promessa
Novo olhar sobre o mesmo horizonte
Olhos um pouco mais experientes
Experiências a mais foram vividas
Vidas em flor a esperar a primavera porvir outra vez

E, quem garante esse ciclo de vida e renovo?
Quem sustenta o amanhecer e o anoitecer?
Que é a terra e o sol sem as leis que os mantém?
Que são as águas e os ventos sem terem por certos as estações?
Que é o homem se não há para ele sentido em viver?

És tu Senhor que manténs os ciclos da vida e do renovo.
És tu Senhor que assistes ao amanhecer e ao anoitecer
És tu Senhor que sustentas terra, sol e suas leis
És tu Senhor que aos ventos ordenas as estações
És tu Senhor que ao homem concede sentido em viver.
Aleluia! Grande é o Senhor,
Não se esquece de cuidar, por um só instante,
das obras feitas por Suas mãos.
Aleluia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário